Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > MíDIAS
Início do conteúdo da página

MíDIAS

Publicado: Sexta, 01 de Abril de 2016, 22h35 | Última atualização em Sexta, 01 de Abril de 2016, 22h36 | Acessos: 2182

Curso de Especialização em Mídias na Educação

 

Objetivos

Mídias na Educação é um programa de educação a distância em nível de especialização, desenvolvido em 368h. O curso visa proporcionar formação continuada para o uso pedagógico das diferentes tecnologias da informação e da comunicação – TV e vídeo, informática, rádio e impresso.

Entre os objetivos do programa estão: destacar as linguagens de comunicação mais adequadas aos processos de ensino e aprendizagem; incorporar programas (TV Escola, Proinfo, Rádio Escola, Rived) das instituições de ensino superior e das secretarias estaduais e municipais de educação no projeto político-pedagógico da escola e desenvolver estratégias de autoria e de formação do leitor crítico nas diferentes mídias.

 

Histórico

O Instituto Federal Sul-rio-grandense é parceiro do Ministério da Educação em várias ações, como Universidade Aberta do Brasil, Programa de Pró-Licenciaturas e Programa de Formação Continuada em Mídias na Educação, desde a construção do Projeto Básico à produção do módulo de informática intitulado “Ferramentas de Autoria para a Produção de Hipertexto na Educação”.

Na implementação do Curso de Especialização em Mídias na Educação, as reflexões realizadas acerca da utilização das mídias na sala de aula ampliam-se e começam a preparar os professores para serem autores dos materiais pedagógicos utilizados na sua sala de aula, sempre aliados à proposta pedagógica da escola em que atuam.

Os benefícios trazidos, por esse programa, aos professores que dele participam, são evidentes e se refletem diretamente nos seus alunos, atingindo, dessa forma, a parcela mais importante do processo educativo.

Conscientes da responsabilidade do Programa de Mídias na Educação, o Instituto Federal  Sul-rio-grandense comprometeu-se a fazer parte desta importante caminhada na qualificação de muitas pessoas que formam a opinião de outras tantas e que, sem dúvida, estarão sendo contempladas pelas ações desenvolvidas neste programa.

 

Público Alvo

Professores da Rede Pública de Ensino, incluindo aqueles de Educação de Jovens e Adultos, de Educação Especial e de Educação Profissional.

 

Requisito e Seleção

O candidato deve possuir curso de graduação e, como condição do Programa, ser professor da rede pública.

O ingresso se dará através de processo seletivo que se inicia com a inscrição dos professores da rede pública na Plataforma Freire. Os inscritos validados pelos respectivos secretários de educação, municipais ou estadual, serão selecionados por dispositivo de sorteio público existente nesse sistema.

Após a seleção inicial, havendo vagas, serão incluídos professores oriundos da demanda local que, porventura, não tenham realizado sua inscrição pela Plataforma Freire.

Por fim, os alunos entregarão os documentos de matrícula solicitados para cadastro e inclusão no sistema acadêmico do IFSul.

Os alunos matriculados gozarão de todas as prerrogativas dos alunos presenciais.

 

 

Estrutura do Curso

O Curso de Especialização em Mídias na Educação está estruturado em ciclos, conforme figura a seguir. Os temas representativos das mídias e suas principais aplicações educacionais constituem os ciclos, que dão origem aos componentes curriculares num nível crescente de complexidade.

Esta estrutura permite que novos componentes curriculares sejam incorporados ao programa, sempre que se constate demanda, mediante análise da relevância do tema em evidência. Novos percursos podem ser desenhados, desde que sejam respeitados o projeto pedagógico e a característica integradora das mídias entre si.

 

 

Metodologia

O Curso será desenvolvido no ambiente virtual de aprendizagem Moodle.

Os conteúdos dos módulos foram previamente produzidos por diversas instituições de ensino superior e serão alocados no ambiente virtual de aprendizagem. Cada módulo possui textos, artigos, animações, vídeos, tutoriais e jogos, entre outros objetos de aprendizagem, que proporcionam um material rico e interativo para os alunos.

As interações entre tutores e alunos dar-se-ão na utilização de ferramentas síncronas, como bate-papo, e ferramentas assíncronas, como fórum de discussão; biblioteca com a produção do aluno e respectivo comentário do tutor; diário de bordo e webmail, entre outras. As ferramentas serão utilizadas de acordo com o que está previsto em cada módulo.

O tutor recebe um guia didático com todas as orientações do módulo, agenda com prazos para realização de cada atividade, questionamentos para os fóruns de discussão e demais orientações necessárias para o bom andamento do módulo.

 

Avaliação

A avaliação da aprendizagem é processual, com o objetivo formativo, na qual todas as atividades propostas serão avaliadas.

A menção final é o juízo que os docentes (tutores e formadores) farão do aproveitamento do aluno, considerando os seguintes instrumentos de avaliação:

- Trabalhos individuais (produção de textos e reflexões);

- Trabalhos em grupo (pesquisas e seminários);

- Participação nas sessões de interação síncronas e assíncronas propostas;

- Auto-avaliação do aluno;

- Seminário de apresentação de trabalhos de conclusão.

Os trabalhos de pesquisa individual e em grupo serão acompanhados pelos docentes e, ao final, poderão ser enviados para o ambiente virtual para discussões e comentários de todos os participantes do curso.

As participações dos alunos desenvolvidas nos diversos espaços do ambiente do curso são registradas e quantificadas pelo ambiente Moodle. O docente deverá considerá-las não apenas quantitativamente, mas também pela qualidade das interações, das ideias e opiniões do aluno. Esses dados auxiliarão os docentes na composição do perfil do aprendiz e composição do conceito final.

O Moodle guarda registro de todas as participações de docentes e alunos, em todas as sessões. Esses registros servem como parâmetro para o acompanhamento da participação dos alunos e de seu processo de aprendizagem.

Cada docente fará um acompanhamento semanal dos alunos da sua turma, o qual será registrado em uma ficha de avaliação, evidenciando-se, desta forma, todo progresso do aluno em relação às atividades propostas nos módulos.

Periodicamente são realizadas reuniões com o corpo docente e coordenação do programa, nas quais eles relatam suas observações com relação a cada um dos alunos.

 

A avaliação será expressa na forma de conceitos:

A - indica que os objetivos foram atingidos com excelência;

B - indica que os objetivos foram atingidos plenamente;

C - indica que os objetivos foram atingidos satisfatoriamente;

D - corresponde ao aproveitamento insuficiente dos objetivos.

 

Condições de Aprovação

Para que o aluno seja considerado aprovado, é necessário que ele obtenha, no mínimo, conceito C em cada módulo, 75% de frequência nas atividades do curso, sejam elas presenciais ou a distância, entrega e apresentação dos trabalhos finais previstos para cada ciclo. O aluno também deverá apresentar Artigo Monográfico ou Trabalho de Conclusão de Curso, como quesito para obtenção do título de Especialista em Mídias na Educação. O controle de frequência será realizado no ambiente de aprendizagem virtual Moodle, mediante a postagem dos trabalhos solicitados, participação nos fóruns e bate-papos.

Fim do conteúdo da página